14/08/09

Centro Paroquial de Alcains : para quando a sua construção ?

É secular a especial ligação à fé , nomeadamente à cristã , por parte dos habitantes de Alcains. Prova disto , é o número de Capelas , Ermidas e Cruzeiros existentes actualmente na Vila , datanto a sua construção , na grande maioria dos casos , dos Séculos XVI ao Século XVIII . O número de habitantes desta localidade nessa altura , talvez não exigisse a quantidade de monumentos que foram edificados. No entanto , as pessoas acreditavam e tinham fé. E isso movia-as naquele sentido. Sempre foi um povo muito reliogioso.

Outras edificações terão existido , apesar de não haverem hoje em dia provas da sua existência ; segundo alguns historiadores , a palavra " Alcains " deriva do vocábulo árabe Al-Kanais ( as igrejas - الكنائس ) , o que leva a crer que já no tempo da sua presença nesta região , tivessem existido alguns monumentos dignos de registo.

Igual origem terá tido a cidade espanhola de Alcañiz ( Provincia de Teruel ) . Talvez não fosse má ideia um dia pensar na geminação das duas ( digo eu ) , até mesmo no sentido de ambas se conhecerem melhor mutuamente.

Já falei nele também neste espaço - do Seminário de São José - , que foi em tempos o Seminário Maior da Diocese de Portalegre - Castelo Branco e o papel importante que teve no ensino e na implementação dos valores cristãos junto da comunidade . Há ainda a destacar os " filhos da terra " - D. Manuel Sanches Goulão , Bispo de São Tomé Meliapor (1719 - 1726 ) ou o mais recente D. Aurélio Granada Escudeiro , Bispo da Diocese de Angra ( 1979 - 1996 ) , que levaram ao mundo a palavra de Deus.

.
Alcains dispõe também de uma das maiores Igrejas Matriz. Julga-se que tenha sido fundada por volta de 1550 . Contudo , e anterior a esta , parece ter havido uma outra bem mais antiga segundo alguns historiadores. Perante o que acima referi , e à origem do vocábulo Alcains e presença árabe , deduz-se facilmente que não terá sido esta então o primeiro ponto de encontro da fé , dos habitantes desta localidade . Como curiosidade, o 1º Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição foi o Frei Dr Gomes Ribeiro ( 1565- 1585 ) .

Para finalizar esta mensagem , relembro que é neste local que se pretende construir o Centro Paroquial de Alcains. Anteriormente , aqui estava edificado um solar antigo e já muito degradado que foi demolido com o objectivo de aqui criar aquele novo local ligado à Diocese de Portalegre Castelo Branco. Infelizmente até hoje ainda não houve consenso quanto à sua construção entre aquela entidade , Câmara Municipal e Junta de Freguesia.
É evidente que uma obra desta evergadura implica os seus custos . Só lamento que já não haja hoje em dia , pessoas como o Comendador José Pereira Monteiro . O impacto que o Seminário de São José teve no ínicio do Século XX em Alcains , poderia muito bem ter e tendo em conta a realidade actual , um novo Centro Paroquial de Alcains.

Bem sei que a Vila dispõe de um dos melhores Centros de Dia do país , o Lar Major Rato , e que em termos de Infantários ( apesar do número de crianças ser , infelizmente , cada vez menor ) há espaços para as acolher.

Mas eu pergunto : um Centro Paroquial terá de existir obrigatoriamente apenas para ter essas funções ?
Porque não , como casa pastoral , que além de acolher , sirva também para potenciar os dinamismos paroquiais , estanto aberta igualmente às iniciativas de carácter formativo , social e de tempos livres ?
Também a nivel profissional , colaborando na inserção no mercado de trabalho , com o objectivo de melhor as condições de vida ; a nivel da saúde , encaminhado para consultas médicas ; na instrução , com o acompanhamento de jovens com dificuldades de aprendizagem e alfabetização de adultos ; psicolológico , com o atendimento de mães adolescentes e vitimas de maus tratos fisicos e sociais , bem como de individuos que necessitem de acompanhamento psicológico.

Como há pouco referi e sublinho , que a construção do Centro Paroquial de Alcains neste inicio de Século XXI , seja em breve uma realidade e que , adaptado aos novos tempos , tenha o impacto junto da comunidade que o Seminário de São José teve há quase um século atrás.