02/08/09

Dom Aurélio Granada Escudeiro

D. Aurélio Granada Escudeiro , nasceu em Alcains a 29 de Maio de 1920. Filho de João Lourenço Escudeiro e de D. Belarmina Nunes Granada Pinheiro , fez os seus estudos nos Seminários de Gavião , Alcains e Olivais , vindo a exercer , ainda antes de ordenado , o professorado no Seminário de Gavião.

Celebrou a sua primeira missa em Alcains , a 24 de Janeiro de 1943.

Num período de 20 anos a sua acção é multifacetada , quer como pároco em Gavião ( 1943-1944 ) e Ortiga , Mação ( 1944-1948 ) , quer como professor de Religião no Liceu de Castelo Branco ( 1948 -1952 ) e em outros dois colégios , quer ainda , e , principalmente como grande impulsionador da obra da Acção Católica.

Foi nomeado bispo residencial de Angra , vindo a tomar a respectiva posse a 20 de Agosto de 1979. A bula da preconização foi emanada pelo Papa João Paulo II.

D. Aurélio Granada Escudeiro foi grande impulsionador do culto do Senhor Santo Cristo dos Milagres , tendo para o efeito convidado para presidirem às festas micaelenses Bispos e Cardeais de diversas partes do mundo , e mandou que se preparasse a introdução do processo de beatificação da Veneranda Madre Teresa d`Anunciada , de que obteve da Conferência Episcopal Portuguesa o " nihil obstat ".

A 30 de Junho de 1996 , D. Aurélio Escudeiro foi sucedido na Diocese de Angra por D. António de Sousa Braga , fixando residência em Alcains.

No passado dia 30 de Junho , foi-lhe atribuída a Medalha de Mérito da Câmara de Ponta Delgada pelo trabalho desenvolvido como Bispo dos Açores , tendo sido membro da Comissão Episcopal para as Migrações e realizado uma grande obra de renovação apostólica da Diocese açoriana , além de visitar as comunidades daquele Arquipélago , estabelecidas nos Estados Unidos da América , Canadá e Bermudas.

Fonte : portal.eclesia.pt e Diocese de Angra
Agradecimento à Rádio Atlântida pela imagem disponibilizada.